4-5 pontos, 5-6 pontos, Pizza, VP

Um lanchinho rápido e "baratinho"

            Quando eu digo que congelo de um tudo nessa vida, é a mais pura verdade, de couve picadinha a tortillas já passadas na frigideira, e eu faço isso por quê?  Porque em momentos desesperadores, onde a fome é muita e o tempo é pouco, fica fácil conseguir um lanchinho bom e sem milhares de pontos.
            Hoje foi um desses dias, dia que começou cedo e não tem hora pra acabar, e que precisava de algo rápido, fácil e que desse aquele peso no estômago de comidinha que sustenta, parti pras pizzas.
            O que eu tinha? Duas tortillas congeladas e uma massa de pizza mega-fininha tamanho brotinho.
            O que eu usei nelas? quatro fatias de mussarela, 1/8 linguiça calabresa, alguns champignos, meia cebola, meia lata de atum light e duas fatias de peito de chester defumado.
            O que eu produzi com isso?

1 pizza brotinho de atum de 5,6 pontos
1 pizza brotinho de calabresa de 6,3 pontos
1 pizza brotinho de champignon com peito de chester de 4,0 pontos

            O marido mais lindo do mundo (o meu) comeu as duas primeiras e eu fiquei com a última!!!

Anúncios
Amor, Pizza, Sobremesa

Aniversário de Virgínia

O aniversário dela foi divertido, pra ela e pra mim, no fim do dia estava um caos o chão da casa dela e o da minha cozinha, mas valeu a pena demais.  As fotos não estão boas, são fotos feitas com meu celular, mas dá pra ter idéia de como tudo ficou.

Comecemos pelo prato principal, a torta, Virgínia disse que gostaria de um bolo que envolvesse chocolate, mousse de maracujá e chocolate meio amargo, simples assim. Criei essa delícia aí e segue a receita:

Torta da Virgínia
Bolo
4 ovos
2 xícaras (chá) açúcar
2 xícaras (chá) farinha de trigo
1 1/2 xícara (chá) chocolate em pó
1 xícara (chá) leite desnatado
1 colher (sopa) fermento em pó
2 colheres (sopa) margarina light
             – bata as claras em neve e reserve. Bata a margarina com o açúcar até virar um creme fofo e claro, continue batendo e vá juntando as gemas, o chocolate, o leite e a farinha de trigo até ficar uma massa homogênea e lisa. Misture o fermento nas claras em neve e incorpore a mistura a massa bem delicadamente. Leve ao forno para assar em duas assadeiras redondas, dividindo a massa na proporção 70:30 (forno médio, pré-aquecido, por 35 minutos). Retire do forno e espere esfriar para desenformar.

Mousse
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 lata de suco de maracujá concentrado
1 envelope de gelatina sem sabor
            – dissolva a gelatina conforme manda a embalagem e bata com os demais ingredientes no liquidificador por três minutos.  Despeje numa vasilha com tampa e leve a geladeira por no mínimo quatro horas.

– como a idéia é que a mousse sirva de recheio ela precisa ficar firme pra não “entranhar” no bolo e sumir, se for pra comer pura, acrescente uma lata de leite desnatado também.

Cobertura
2 barras grandes de chocolate meio amargo
1 cálice de licor da sua preferência
1 caixa de creme de leite
            – derreta o chocolate em banho-maria, acrescente o creme de leite e o licor, misture com o batedor de arame até homogeneizar, leve a geladeira para firmar antes de usar.

Calda
1 xícara (chá) leite desnatado
1 colher (sopa) achocolatado da sua preferência
1 dose de licor de laranja
            – misture bem.

Montagem
– com o auxílio de um barbante fino (eu uso o fio dental) corte o bolo em duas partes (o mais alto), molhe bem com a calda, passe uma camada generosa de mousse, cubra com a outra parte do bolo, molhe bem com a calda, passe outra camada generosa de mousse, cubra com o bolo menor, molhe bem com a calda e leve a geladeira, pouco antes de servir, cubra com a cobertura e decore com raspas de chocolate.  Garantia de sucesso!!!

Aproximadamente 40 fatias de 4 pontos.

Pra amansar as visitas famintas, várias mini-pizzas, a encomenda foi de 180 mini-pizzas, fiz os disquinhos em casa e deixei pra montar lá, sei lá, eu sou enrolada e achei que fresquinho seria melhor, mas operacionalmente falando talvez eu devesse ter levado tuuuuuudo congelado.

Fizemos um teste antes em casa então segue a receita menor, que dá pra 40 mini-pizzas:

Massa
1/2 kg de farinha de trigo
1 ovo
3 colheres (sobremesa) açúcar
1 colher (chá) sal
2 colheres (sopa) fermento biológico seco
50g margarina light
240 ml água
            – misture todos os ingredientes delicadamente até a massa começar a soltar das mãos, se necessário acrescente um pouco mais de farinha de trigo. Deixe crescer por meia hora, abra a massa com auxílio de um rolo, corte do tamanho desejado, faça furinhos com o garfo, espalhe sobre assadeiras untadas com óleo e leve ao forno alto pré-aquecido por 5 minutos para pré-assar a massa.  Espalhe molho de tomate 0% gordura e 10g de mussarela por disquinho.

40 disquinhos de 1,1 pontos (sem nada)
40 disquinhos de 1,3 pontos (com molho e mussarela)

Frango com Catupiry
300g filé de peito de frango
1 caldo de galinha 0% gordura
150g requeijão em barra ou cream cheese light
            – cozinhe o peito de frango com água e o caldo de galinha, na panela de pressão por 20 minutos, destampe a panela, misture bem o peito com o caldo que sobrou e ele desmanchará completamente, deixe no fogo até secar o caldo.  Depois de frio misture o cream cheese e recheie as pizzas. Cubra com orégano a gosto

18 porções de 0,9 pontos

Margherita
1 tomate em fatias
Folhinhas de manjericão fresco
            – coloque as rodelas sobre os disquinhos prontos e espalhe manjericão

12 porções de 0 ponto (uhuuuuuu)

Milho Verde
1 lata de milho
Orégano
            – espalhe sobre os disquinhos prontos duas colheres (sopa) de milho e cubra com orégano

10 porções de 0,4 ponto

             Essa massa de pizza sustentou a casa da minha tia mais querida, Marlene, durante um bom tempo, titia fazia pizza brotinho e salgadinhos (ainda devo a massa dos salgadinhos né?) em proporções quase industriais, vendia tudo, tinha sempre encomendas, as vezes virava a noite fazendo massa e no outro dia estava lá de pé pronta pra começar tudo de novo, tá vendo como isso é de família?!?

Vitória da Conquista, 2011.

5-6 pontos, Ao forno, Pizza

E para o lanchinho da tarde… pizza!!!

Quando a gente tem visita em casa não pode continuar naquela rotina de sempre, tem que inovar, seja pra agradar a visita, seja pra fazer com que gostem da estadia e voltem mais e mais vezes.  Seja lá como for, hoje decidi fazer pequenas pizzas pro lanche.

Foi assim, comprei discos de pizza brotinho (3 pontos cada) cobri com molho de tomate com manjericão (pomarola natural, zero ponto) e queijo mussarela ralado (30g pra cada disco = 2 pontos) e três diferentes sabores: margherita, calabresa e atum .

Todos comeram felizes, maridex e sogrito, uma de cada sabor, a sogra querida não comeu atum e eu fiquei só na margherita.

Vamos ao modo de fazer:

Margherita
4 discos de pizza brotinho
Molho de tomate e manjericão
120g queijo mussarela ralado
2 rodelas de tomate para cada disco
Folhas de manjericão para decorar
Orégano a gosto
            – montar os discos e levar ao forno para o queijo derreter.

Rende 4 discos de 5 pontos

Calabresa
3 discos de pizza brotinho 
Molho de tomate e manjericão
1/4 de uma linguiça calabresa
90g queijo mussarela ralado
Orégano a gosto
            – montar os discos e levar ao forno para o queijo derreter.

Rende 3 discos de 5,5 pontos
 

Atum
2 discos de pizza brotinho
Molho de tomate e manjericão
Meia lata de atum ralado light (em água)
60g queijo mussarela ralado
Orégano a gosto
             – montar os discos e levar ao forno para o queijo derreter.

Rende 2 discos de 6 pontos.

Vitória da Conquista, 2011.